LEIA TAMBÉM

Foi no início do ano passado que a Netflix confirmou que testaria na Índia uma subscrição com o preço equivalente a pouco mais de três euros. Dado que a subscrição base da Netflix custa R$32,90 reais, trata-se de um valor consideravelmente mais baixo e atraente, nota o Mirror.

O preço mais acessível explica-se pelo fato de a subscrição ser exclusiva para dispositivos móveis e ser incompatível com televisões. O conceito foi posteriormente testado na Malásia e Indonésia e, quase um ano depois de ter chegado à Índia, parece que a Netflix está a considerar lançar esta subscrição em mais mercados.

continua depois da publicidade

continue lendo

“Temos visto resultados semelhantes com este plano, que ajudou a aumentar o crescimento e a retenção de subscritores. Esperamos que este plano para mobile seja positivo para a receita que nos permitirá continuar a investir em conteúdo, que será desfrutado pelos nossos membros e continuar a alimentar este ciclo virtuoso”, pode ler-se na carta da Netflix aos acionistas. “Planeamos continuar a testar este plano, assim como ideias adicionais em outros países espalhados pelo mundo”.

Ainda que não tenha mencionado os países a que faria chegar esta subscrição mais barata, parece que a Netflix está disposta a fazê-lo chegar a mais mercados.