LEIA TAMBÉM

Os moradores do Vila União tiveram uma manhã divertida, lúdica e de aprendizado sobre como evitar a proliferação do Aedes aegypti , mosquito transmissor da dengue, zyka e chikunguya. A praça do bairro reuniu cerca de 800 pessoas no dia "D" Regional IV de combate às arboviroses, doenças virais transmitidas pelo mosquito. O evento foi promovido pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Regional IV e Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através do Núcleo de Educação em Saúde e Mobilização Social (Reg. IV) e Distrito Técnico de Endemias. A iniciativa faz parte do plano de sustentabilidade para o controle do Aedes aegypti. Alunos de cinco escolas públicas e de escolas particulares realizaram caminhada e apresentações artísticas para alertar a comunidade sobre o perigo que o mosquito representa. No evento, casas que não tiveram focos durante todo ano, participaram de sorteio de brindes.
" Para que a prefeitura possa combater o Aedes aegypti, é preciso o envolvimento de toda comunidade. Não adianta só poder público agir, todos precisam colaborar, já que a maioria dos focos está dentro das residências", ressaltou Francisco Sales, secretário da Regional IV. Na Regional IV já foram notificados, este ano, 10.513 casos de chikunguya. O bairro com maior índice é a Serrinha, com 1.781 notificações. Em relação à dengue foram 958 casos registrados.

continua depois da publicidade

continue lendo