LEIA TAMBÉM

Em trecho do documentário alemão O fórum, que estreou em plataformas de streaming na última quinta-feira, 20, o presidente Jair Bolsonaro diz ao ex-vice-presidente dos Estados Unidos e ativista ambiental Al Gore que gostaria de explorar a Amazônia junto aos EUA.

Na cena que viralizou nas redes sociais nesta segunda-feira, 24, Al Gore diz a Bolsonaro que todos estão "profundamente" preocupados com a Amazônia.

"Lamento trazer isso em uma reunião informal, mas é algo que me toca profundamente", afirmou o americano com a ajuda de um tradutor.

Em resposta, o presidente do Brasil declara: "A Amazônia não pode ser esquecida. Temos muitas riquezas e gostaria muito de explorá-la junto com os Estados Unidos."

continua depois da publicidade

continue lendo

A fala de Bolsonaro ao lado do ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, causa estranheza ao americano, que afirma: "Eu não entendi o que você quis dizer."

O diálogo faz parte do documentário sobre os bastidores do Fórum Econômico Mundial de Davos, disponível desde quinta-feira em plataformas de streaming.

Ditadura militar

Antes de falar sobre a Amazônia, Al Gore diz a Bolsonaro ser um grande amigo de Alfredo Sirkis, um dos veteranos da resistência armada ao regime militar e precursor do ambientalismo no País. O presidente, no entanto, responde que foi um grande inimigo do escritor e jornalista durante a luta armada.

"Então falei sobre a pessoa errada", afirma Al Gore, constrangido.

Em seguida, o mandatário diz: "A história recém passada no Brasil dos militares foi muito mal contada. A verdade sempre aparece."