Lula diz esperar que Congresso não derrube trânsito em julgado

Em entrevista ao blog Nocaute, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quarta-feira, 20, que espera "juízo" e "grandeza" por parte do Congresso Nacional no que se refere ao cumprimento de pena após o trânsito em julgado.

O petista argumentou que a pressão por uma alteração na Constituição que permitiria a prisão em segunda instância vem das elites do País, que segundo ele veem na Carta Magna um empecilho. "A Constituição não pode ser rasgada e jogada fora toda hora", disse Lula.

O ex-presidente foi solto da sede da Polícia Federal em Curitiba no último dia 8, depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) votou e derrubou a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância, mudando o entendimento que mantinha Lula preso.