LEIA TAMBÉM

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso reiterou seu apoio ao governador de São Paulo, João Doria, nas prévias que definirão o pré-candidato do PSDB à Presidência da República. "É o bom pro Brasil. Qual é o X da política? É a capacidade de juntar. Quem que junta mais? É o Doria nesse momento", disse o tucano, em vídeo divulgado por sua assessoria de imprensa. "O Doria representa o Brasil do futuro". FHC ainda defendeu a realização de prévias no partido como forma de aferir "como está o PSDB". "As prévias não excluem ninguém. Mas escolhem", afirmou.

continua depois da publicidade

continue lendo

As prévias do partido estão marcadas para novembro em meio a um clima de divisão dentro da legenda. O principal adversário de Doria na disputa pela vaga de pré-candidato é o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, mas o senador Tasso Jereissati (CE) e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio também se colocam no páreo.

Apesar da posição de FHC em defesa das prévias, outros caciques do partido são avessos à disputa interna. O ex-governador paulista Geraldo Alckmin, por exemplo, quer voltar ao Palácio dos Bandeirantes, mas não aceita disputar a indicação da sigla com o candidato de Doria para o cargo, o vice-governador Rodrigo Garcia. Por isso, Alckmin está de malas prontas para o PSD para tentar um quinto mandato como governador em 2022.