LEIA TAMBÉM

No dia em que se muda com a família para o Alvorada, na Capital Federal, o presidente Jair Bolsonaro não verá mais no palácio algumas dezenas de cadeiras vermelhas, trocadas por modelos similares, porém da cor azul. A mudança foi flagrada por fotógrafos do jornal O Globo.

Oficialmente, o governo não se pronunciou sobre o motivo da alteração da mobília. Em diversas ocasiões, porém, Bolsonaro e aliados fazem menção negativa ao vermelho por ser esta a cor vinculada a movimentos e sistemas de esquerda.

continua depois da publicidade

RECOMENDADAS

continue lendo

+ Bolsonaro demitirá quem postou 'Ele não', 'Foi golpe' e 'Marielle vive'

+ Lula classifica discurso de Bolsonaro na posse de 'vazio'

No dia da posse, por exemplo, o presidente disse que a bandeira do Brasil jamais será vermelha. No ano passado, em manifestação, afirmou que iria varrer o país dos vermelhos.

Notícias ao Minuto