LEIA TAMBÉM

De olho nas eleições de 2022, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a aliança política para o pleito vai começar a ser formada a partir do início do ano que vem. Segundo ele, até o momento, "não tem compromisso com Estado", mas disse que evita falar isso para não ter problemas dentro do Parlamento. "Preciso aprovar coisas para o bem do Brasil", pontuou.

Em entrevista à Rádio Capital Notícia – Cuiabá/MT, Bolsonaro avaliou que uma aliança na atual situação nacional vai complicar ainda mais a estabilidade. "Trazer para dentro agora desse turbilhão que a gente vive, do problema que a gente vive aqui, a gente complica mais a situação do Brasil", disse.

continua depois da publicidade

continue lendo

Para o pleito, no entanto, o chefe do Executivo permanece sem partido para concorrer. Se dependesse dele, conforme pontua, a escolha já teria sido feita. "Mas o casamento é difícil, sempre tem um problema pela frente, estou correndo atrás", reforçou Bolsonaro. Segundo o presidente, há a possibilidade de el ir para o PP, porém, a sigla também "precisa querer".