LEIA TAMBÉM

A Prefeitura de Juazeiro do Norte, por meio da Secretaria de Cultura, realizou neste dia 26 de junho, na RFFSA, a Exposição “Xilo, traços da tradição”, uma homenagem aos artistas populares do Município e região. O trabalho fez parte do evento de apresentação das quadrilhas campeãs do festival de Quadrilhas de Juazeiro do Norte, que também contou com shows de Junú e da banda Casa de Reboco.

Com apoio do Governo do Estado do Ceará, a exposição traz, em diversas reproduções de xilogravuras em painéis iluminados de aproximadamente 3m x 2,5m, representações das memórias e das múltiplas identidades do Nordeste, construídas e exaltadas na obra de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião e materializadas pelas mãos dos habilidosos gravadores do Cariri.

Ao todo, são 12 xilogravuras inspiradas na dinâmica que alude aos festejos populares do Região do Araripe, a fartura da colheita dos frutos retirados da terra, a exuberância da natureza, a vida simples do campo como também a dura realidade provocada pelos períodos de longas estiagens que assolam os sertões profundos.

continua depois da publicidade

RECOMENDADAS

A ideia é que a exposição possa se tornar itinerante, visitando outros grandes eventos que acontecem no Cariri e em outras cidades cearenses.

A exposição é concebida com trabalhos executados pelos xilógrafos juazeirenses como Stenio Diniz, José Lourenço, Manoel Inácio,  Cicero Vieira,  Cícero Lourenço e Demontier Lourenço, onde cada um deles nos convida a adentrar pelo olhar nesse rico universo cultural nordestino, cantado pelo grande Luiz Gonzaga.

“Xilo, traços da tradição” tem curadoria de Augusto Pessoa, Projeto de Expografia de Lis Cordeiro, confecção de expositores e montagem de Demontiez Araújo. A idealização do projeto é da Secretária Executiva de Cultura, Sandra Nancy Bezerra, que também assina a curadoria.

Governo Municipal