LEIA TAMBÉM

Vladimir Putin admitiu que a Rússia sabe as verdadeiras identidades dos dois homens acusados pelo Reino Unido de terem envenenado o ex-espião russo, Sergei Skripal e a sua filha Yulia, com o agente neurotóxico Novichok, em março deste ano.

Mas, segundo o presidente russo, os homens são civis e não há nada de "especial ou criminoso" neles, refere a Associated Press. Putin quebrou nesta quarta-feira (12) o silêncio para negar ainda as acusações britânicas de que os homens pertenceriam às forças militares russas.

+ EUA difamam para dar golpe na Venezuela, diz Maduro

De acordo com Putin, o Kremlin "sabe quem são estes homens" e insiste que não fizeram nada de mal, deixando ainda o apelo para que entrem em contato com os meios de comunicação para que possam falar sobre eles mesmos.

faça login para continuar lendo

RECOMENDADAS

No decorrer de uma investigação, os procuradores britânicos identificaram dois homens de nacionalidade russa que seriam os responsáveis pelo envenenamento dos Skripal e que teriam usado nomes falsos para cometer o crime – Alexander Petrov e Ruslan Boshirov.

Do site Notícias ao Minuto