LEIA TAMBÉM

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello comentou nesta quinta (8) o reajuste de 16,38% no salário dos ministros da Corte, aprovado na tarde de ontem (7) pelo Senado, e reconheceu não se tratar de melhor momento para a medida, embora se trate de uma “revisão” de inflação e não aumento, conforme frisou.

continua depois da publicidade

RECOMENDADAS

continue lendo

ASSUNTOS RELACIONADOS

No Content Available