Leia também

Fortaleza é multado por briga entre torcidas organizadas. (Foto: Divulgação/E.C. Fortaleza)

Fortaleza é multado por briga entre torcidas organizadas. (Foto: Divulgação/E.C. Fortaleza)

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgou na noite desta segunda-feira a briga entre torcidas organizadas do Fortaleza ocorrida na partida contra o Sport, válida pela Copa do Nordeste, e decidiu punir o clube com uma multa de R$24,8 mil e a perda de um mando de jogo com portões fechados.

Na noite da quarta-feira, no dia 9 de março, tudo ia bem para o Fortaleza. O time precisava vencer o Sport para seguir vivo na Copa do Nordeste e jogava bem: foi para o intervalo vencendo por 2 a 1. No retorno, porém, uma pancadaria tomou conta da parte superior do Castelão.

A briga acontecia entre os próprios torcedores do Leão da Pici. A Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF) e a Jovem Garra Tricolor (JGT) entraram em conflito no intervalo. O jogo foi interrompido por cerca de 15 minutos e foi necessária a presença policial para apartar os vândalos.

“Informo que ao retornar para o início do 2º tempo da partida, presenciamos uma briga no anel superior da arquibancada entre duas torcidas organizadas da equipe do Fortaleza Esporte Clube, onde os mesmos estavam arremessando cadeiras uns contra os outros. Informo ainda que o tumulto só foi finalizado com intervenção do policiamento que estava sob o comando do Coronel Agnaldo”, relatou o árbitro da partida na sumula.

continua depois da publicidade

Recomendadas

A decisão tomada na Primeira Comissão Disciplinar do STJD, e que ainda cabe recurso, sancionou o Fortaleza, responsabilizando-o pela conduta dos seus torcedores, com uma multa de R$20 mil por causa da briga mais R$4,8 mil pelo atraso da partida. O Tricolor ainda deve cumprir a perda de um mando de campo com portões fechados.

O Fortaleza chegou a solicitar o adiamento do julgamento por duas vezes, mas viu os seus pedidos serem negados. O clube então enviou como prova os documentos Termo Circunstanciado, Termo da Audiência e B.O do dia da partida. O voto de sanção do relator Vinícius Sá foi acompanhado pelos auditores Washington Rodrigues, Felipe Bevilacqua e pelo presidente da Comissão, Paulo Valed Perry.

O post Após briga entre torcidas organizadas, Fortaleza perde mando e é multado apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Leia mais