LEIA TAMBÉM

Em meio aos compromissos de reta final de campanha, o candidato Cid Gomes (PDT), segundo sua assessoria de comunicação, dará atenção às disputas dos dois companheiros. A nível estadual, tem como objetivo ajudar o Camilo Santana a se reeleger no primeiro turno. Já no plano nacional, afirma que “se chegarmos ao segundo turno, Ciro será o presidente do Brasil”.

Já para a própria campanha, conforme sua equipe, Cid priorizará a gravação de programas eleitorais de rádio e de TV. Além disso, voltará atenção a Capital e ao Interior do estado. Último levantamento Ibope da última segunda-feira, 17, coloca o ex-governador do Ceará em primeiro lugar, com 55%. Ele é seguido por Eunício Oliveira (MDB), com quem mantém união informal. O emedebista marca 37% na mesma pesquisa.

continua depois da publicidade

RECOMENDADAS

continue lendo

O irmão e também ex-governador do Estado, Ciro, disputa a segunda vaga na disputa presidencial com Fernando Haddad (PT). Última pesquisa Ibope, divulgada na última terça-feira, 18, mostra o petista isolado na segunda posição, com 19% das intenções, atrás de Jair Bolsonaro, que marcou 28%. Ciro, por sua vez, tem 11% segundo o instituto.

Uma estratégia usada pelo pedetista foi a menção ao pleito de 2014, quando a poucos dias da eleição pesquisas de opinião mostravam Marina Silva, então candidata pelo PSB, foi ultrapassada por Aécio Neves (PSDB), que viria a perder para Dilma Rousseff (PT) no segundo turno.

Com informações do O Povo Online

ASSUNTOS RELACIONADOS

No Content Available