LEIA TAMBÉM

A produção de petróleo e gás no Brasil em novembro atingiu 3,274 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d. O número representa queda de 2,3% em comparação ao mês anterior e queda de 1% ante igual período do ano anterior. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 3, pela Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Conforme a ANP, a queda se deve principalmente à realização de paradas para manutenção no FPSO Cidade de Ilhabela, no campo de Sapinhoá (Bacia de Santos), e nas plataformas P-18 e P-37, no campo de Marlim (Bacia de Campos).

+ Tudo que puder será privatizado, diz ministro da Infraestrutura

+ Confira a nova regra do INSS para benefício sem desconto

A produção de petróleo no período foi de 2,567 milhões de barris de petróleo por dia (bbl/d), queda de 1,8% na comparação com o mês anterior e 1,1% menor ante novembro de 2017. Já a produção de gás natural foi de 112 milhões de m3 por dia, recuo de 4% ante outubro e de 0,9% frente a novembro de 2017.

continua depois da publicidade

RECOMENDADAS

continue lendo

Pré-sal

A produção do pré-sal em novembro totalizou 1,817 milhão de boe/d, uma redução de 1,3% em relação ao mês anterior. Foram produzidos 1,45 milhão de barris de petróleo por dia e 58,4 milhões de metros cúbicos diários de gás natural por meio de 86 poços. A participação do pré-sal na produção total nacional em novembro foi de 55,5%.

O campo de Lula, na Bacia de Santos, foi o maior produtor de petróleo e gás natural. Produziu, em média, 903 mil bbl/d de petróleo e 38,2 milhões de m3/d de gás natural. Os campos marítimos produziram 95,8% do petróleo e 81% do gás natural.

Os campos operados pela Petrobras produziram 93,7% do petróleo e gás natural total. Com informações do Estadão Conteúdo.