LEIA TAMBÉM

A publicação dos boletins será mensal e terá o mesmo formato adotado para doenças como a dengue e a chikungunya (Foto: Queiroz Netto)

O prefeito Roberto Cláudio participou do Debates do Povo, da Rádio O Povo/CBN, nesta quinta-feira (16/11), para tratar sobre o boletim epidemiológico dos homicídios de Fortaleza que será divulgado pela Prefeitura.

Questionado pelos jornalistas Plinío Bortolotti e Thiago Paiva, Roberto Cláudio explicou que os assassinatos, principalmente os de jovens de 15 a 30 anos, serão tratados como problemas de saúde pública para criar ações efetivas que reduzam a violência e a morte dessas pessoas. “O debate foi iniciado na Assembleia Legislativa e na Unicef, onde foram feitos estudos qualitativos e quantitativos sobre as circunstâncias dos homicídios. Alguns fatores estavam em comum nessas mortes, como a evasão dos jovens das salas de aula, vivem em área de vulnerabilidade, possuem famílias socialmente instáveis. Esse Comitê Municipal será criado para a prevenção de homicídios juvenis e, com o apoio de diversos órgãos, vamos pensar ações para que as ocorrências diminuam”, explicou o Prefeito.

continua depois da publicidade

continue lendo

A publicação dos boletins será mensal e terá o mesmo formato adotado para doenças como a dengue e a chikungunya. “Há um investimento forte do Governo Estadual para a polícia ostensiva. Nosso papel não é combater, repressivamente, a violência. Precisamos construir políticas sociais e urbanas que possam modificar as circunstâncias nas quais o homicídio juvenil acontece”, disse Roberto Cláudio.

Segundo o Prefeito, um conjunto de ações já está sendo feito para dar mais oportunidades a esses jovens. “Primeiro, nosso objetivo é colocar todas as crianças nas creches e escolas, alfabetizar na idade certa, continuar a política de escolas em tempo integral, oferecer mais conselhos tutelares, dar proteção às famílias nas áreas mais vulneráveis e investir na infraestrutura, como luz, pavimentação, praças e Areninhas. É a nossa obrigação proteger a juventude”, afirmou.

Além disso, Roberto Cláudio informou que, até o fim deste ano, mais de 5 mil matrículas em creches serão abertas, serão licitados mais dois novos Cucas, do Pici e José Walter, a ampliação do programa Cresça com Seu Filho e a urbanização das comunidades da Cidade.