LEIA TAMBÉM

Em live semanal nas redes sociais, o governador Camilo Santana assinou, nesta terça-feira (24), um projeto de lei que transforma o Vale Gás Social em política pública permanente. O benefício foi criado pelo Governo do Ceará no início da pandemia da Covid-19 para apoiar famílias cearenses em situação de vulnerabilidade social. A mensagem segue para aprovação na Assembleia Legislativa do Ceará.

De acordo com o governador, cerca de 500 mil botijões de gás foram entregues às famílias beneficiadas em dois anos de projeto. “Tem pessoas que não estão mais conseguindo comprar o botijão de gás, usando fogão a lenha, criando riscos dentro de casa. Estou ampliando um programa rural, do fogão ecológico, mais uma ação importante para fortalecer essas famílias na área rural do Estado. E estamos transformando o Vale Gás em uma política permanente. Vamos possibilitar atender três vezes por ano as famílias cearenses de baixa renda”, justificou Camilo Santana.

continua depois da publicidade

continue lendo

Outro anúncio feito pelo gestor foi a autorização de quase R$ 38 milhões em pagamento de promoções para professores da rede estadual de ensino. O valor será creditado no contracheque de setembro.

Camilo Santana aproveitou para explicar que a decisão de aumentar o preço da gasolina não é responsabilidade dos governadores, mas do Governo Federal e da Petrobras. “Nós não fizemos nenhum aumento, aliás, nós subsidiamos o óleo diesel para o transporte público. Nós reduzimos em mais da metade o ICMS do óleo diesel aqui no Ceará, e não aumentamos ao longo dos últimos anos nenhum percentual”, garantiu.