LEIA TAMBÉM

Duas ações da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), realizadas nessa segunda-feira (23), resultaram nas apreensões de mais de 80 quilos de maconha e de crack, munições, além de cartões da Caixa Econômica Federal de saque do auxílio emergencial que seriam utilizados como garantia de pagamento de drogas. As ofensivas ocorreram nos bairros Bom Jardim e José Bonifácio em Fortaleza. Durante o trabalho policial, dois homens foram presos.

A primeira ofensiva foi realizada na manhã de ontem, quando os policiais civis capturaram Francisco Rafael Feitosa Araújo (33), sem antecedentes criminais. Conforme as investigações, o homem é suspeito de manter um depósito de drogas. A captura ocorreu em uma residência no bairro Bom Jardim, na Área Integrada de Segurança 02 (AIS 02) de Fortaleza. No total, a PC-CE apreendeu 78,8 quilos de maconha, além de balanças de precisão, apetrechos para corte e embalo da droga, e 38 munições de calibre 762. As investigações chegaram ao depósito mantido pelo suspeito, após diligências realizadas desde a semana passada, quando foram apreendidos mais de 11 quilos de entorpecentes.

continua depois da publicidade

continue lendo

Já a segunda ofensiva, realizada na tarde de ontem, no bairro José Bonifácio (AIS 5), resultou na prisão de Carlos Alberto Rocha Alexandre, 37 anos, que já responde por crime contra a administração pública. Com ele, os policiais civis apreenderam cerca de um quilo de entorpecentes, divididos em maconha e crack, além de um revólver e seis munições calibre 32. Mas o que chamou a atenção dos policiais foram os cartões magnéticos de saque do auxílio emergencial e documentos como RG e carteiras de trabalho, em nome de terceiros. A Polícia investiga se o material servia como garantia de pagamento de droga

Os dois suspeitos foram conduzidos para a sede da Denarc, no bairro de Fátima, onde os suspeitos foram autuados em flagrante por tráfico de drogas. As investigações seguem no sentido de localizar outros partícipes das ações criminosas.

Denúncias

A Delegacia de Narcóticos (Denarc) conta com canais de comunicação direta de denúncias por meio dos quais a população pode compartilhar informações que tenha conhecimento acerca do tráfico de drogas no Ceará. As informações podem ser repassadas pelo número da Denarc: (85) 3472-1560, que é WhatsApp, por onde podem ser enviadas mensagens de texto, áudio, além de imagens e vídeos. A Delegacia de Narcóticos também está no Instagram pelo perfil @denarc_pcce.