LEIA TAMBÉM

Deputado Danilo Forte informou que, agora, tratará de “arrumar a casa”

O deputado federal Danilo Forte reassumiu a presidência do PSB no Ceará após decisão do desembargador do Tribunal de Justiça Eustáquio de Castro, do Distrito Federal.

Em abril deste ano, o parlamentar havia sido deposto da função após votar favoravelmente à Reforma Trabalhista.

O PSB havia fechado questão contra a matéria. Em maio, a chefia do partido foi assumida pelo também deputado federal Odorico Monteiro, que deixou o comando do Pros.

Na decisão, o desembargador afirma que o PSB não deu “nenhuma oportunidade de defesa, no mínimo contraditório sequer” ao parlamentar, por ele ter descumprido a resolução nacional do partido.

A decisão da Justiça de Brasília já foi comunicada ao Tribunal Regional Eleitoral do Ceará.

De volta
Ao jornal O Estado, Danilo informou que, agora, tratará de “arrumar a casa”. Ele, inclusive, se reuniu na tarde de quinta-feira (21) com o vice-governador de São Paulo, Márcio França, também filiado ao PSB. O parlamentar também deve procurar nos próximos dias a cúpula do partido para tentar “harmonizar” a relação.

“Vamos fazer um debate interno sobre o caminho a ser seguido para 2018. Nós, temos a obrigação protagonista de uma ação política no país”, frisou ele, acrescentando que, além disso, precisa “de forma democrática e participativa” conversar com os recém-filiados a legenda.

continua depois da publicidade

continue lendo

Decisão
Questionado se acredita que o partido recorrerá da decisão judicial, Danilo salientou: “melhor se considerar uma solução pelo diálogo, do que por vias jurídicas”, acrescentando que “litígio não fortalece nenhum partido”. Antes, em nota, Danilo Forte já havia comemorado a notícia. “A decisão nos reconduz a Presidência do PSB tendo como base a garantia do devido processo legal e do princípio do contraditório da ampla defesa, que são pilares do Estado democrático de direito”, afirmou o texto.

Heitor
Uma das principais mudanças na reviravoltas seria a saída do deputado Heitor Férrer depois que Odorico Monteiro assumiu a legenda. Entretanto, a reportagem tentou contato com o parlamentar, mas o mesmo estava participando de uma reunião.

Odorico
A reportagem também entrou em contato com o deputado federal Odorico Monteiro que, por meio de nota, afirmou que “tomou conhecimento através da imprensa local sobre a decisão proferida por Desembargador integrante do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios. Ressalva que até o momento não foi intimado da respectiva decisão, bem como, logo que tomar ciência da decisão proferida, irá apresentar recurso direcionado ao TJDFT, com escopo em rever a decisão precária, pois a mesma não tem caráter definitivo”.

Com informações do OE