LEIA TAMBÉM

As eleições para prefeito em Caucaia, município de Fortaleza, tiveram um caráter tão acirrado que pela primeira vez na história levou dois candidatos a disputarem o segundo turno.  Na frente com 73.316 dos votos (48,1%) saiu o empresário Naumi Amorim (PMDB) da coligação esperança de um novo tempo, e em segundo lugar o vereador Eduardo Pessoa (PSDB) da coligação Caucaia de mãos limpas com 48.450 dos votos (31,79% )1. Ambos entram pra história do município com um fator de responsabilidade maior por serem estreantes de um segundo pleito, onde terão que reforçar suas táticas de disputa e inovar no que se refere as mesmas, caso queiram convencer de vez os eleitores que são melhores do que o “rival” para administrar a cidade.

O reforço tático já se mostra visível nas carreatas pelo centro de Caucaia e bairros adjacentes, assim como as bandeirinhas e adesivos fixados nos muros  da cidade. Alguns destes se mostram presentes como estratégia em pontos como a BR 020 que liga Caucaia a Fortaleza, e outros ainda expressam a escolha individual por estarem presentes nos portões e janelas de algumas casas. Ao que parece, os candidatos resolveram optar pelo reforço da campanha e ganharam um “torcida” própria, o que nos leva a indagar se o andamento da disputa já  possui um preferido.A primeira pesquisa realizada pelo  IBOPE ( Instituto brasileiro de opinião e estatística) em  13/10, mostrou Naumi Amorim com 54 % da intenção dos votos ( com margem de erro entre 50 % e 58 %) e seu concorrente Eduardo pessoa com 33% (com a margem de erro entre 29% e 37%). O levantamento do instituto foi encomendado pela TV Verdes Mares e o nível de confiança da pesquisa é de 95 %. A margem de erro é quatro pontos percentuais para mais ou para menos.

continua depois da publicidade

continue lendo

Falta apenas seis dias para as eleições e independente da pesquisa as campanhas continuam rondando a cidade ao serem reforçadas com o caráter inédito de um segundo turno.  Agora depende do candidato a frente reforçar as intenções ou do concorrente mudá-las. É aguardar pra ver.