Com investimento de R$ 80 milhões, estádio Romeirão será transformado em Arena

O projeto de reforma do Estádio Municipal Mauro Sampaio, o Romeirão, em Juazeiro do Norte, vai transformar o equipamento em uma arena multiuso e ampliar a capacidade atual. Financiado pelo Governo do Ceará, e sob responsabilidade da Superintendência de Obras Públicas (SOP), o serviço é orçado em torno de R$ 80 milhões. O canteiro de obras está sendo instalado. A entrega da obra é prevista para daqui a dois anos.

“A empresa já começou o trabalho de demolição de arquibancadas, alambrados e outras pequenas construções que existem ao redor do campo. Estamos vendo com a Prefeitura (de Juazeiro do Norte) a realocação da escola que vai ser atingida por conta da ampliação do estádio, assim como as dependências do Demutran e do Corpo de Bombeiros”, detalha o diretor de Obras Especiais da SOP, Silvio Campos.

A praça esportiva será modernizada seguindo padrões internacionais, passando a ter capacidade de operação para 16.400 lugares. Pelo projeto arquitetônico, estão previstas a ampliação das arquibancadas, a instalação de área de shopping e a construção de nova estrutura para os usuários, com restaurante, lanchonetes, banheiros e estacionamento, além de um espaço para implantação do Museu do Futebol. O prédio também terá salas de administração e apoio, próprias à rotina de funcionamento do local.

Ao ganhar características de multiuso, a Arena Romeirão vai se estabelecer como espaço adequado para uma programação diversificada de ocupação do equipamento público. “Vai servir não mais só para futebol, vai servir para shows, para missas, e tudo isso, porque agora é uma arena multiuso”, detalha o superintendente da SOP, Quintino Vieira.

A modernização passa pela estrutura de iluminação, com torres de LED, e inclui ainda camarotes, cinco vestiários, cabines de imprensa, dois telões e placar eletrônico.

Leia Também

Durante o período de intervenções na praça esportiva, a agenda de jogos dos times do Cariri se concentra principalmente nos estádios Mirandão, no Crato, e Inaldão-Lirio Callou, em Barbalha.

“Uma obra de grande porte como esta com certeza terá impactos positivos não apenas para a região do Cariri, mas para todo o Estado. O Romeirão será recolocado no circuito nacional dos eventos esportivos, sem falar na geração de emprego e renda local”, comenta o diretor de Obras Especiais da SOP, Silvio Campos. A reforma será executada pelo Consórcio Estádio Romeirão, formado pelas empresas JZ Engenharia e Comércio LTDA, Talude Construções S/A e Hersa Engenharia e Serviços LTDA.

View Comments (0)

Leave a Reply